O que é DRE? Guia de como criar a estrutura completa

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

Toda empresa que tem como objetivo o desenvolvimento financeiro, deve elaborar um DRE.

Este relatório contábil, permite entender prontamente como está a saúde financeira do negócio, assim, é possível tomar decisões mais assertivas.

E se você acha que precisa ser um expert em contabilidade para fazer essa análise, se enganou! Esse demonstrativo é bem simples de formular.

Para saber mais detalhes sobre o que é DRE, continue a leitura deste artigo, vamos esclarecer suas principais dúvidas e apresentar um guia de como criar a estrutura completa.

 

O que é a DRE?

A DRE é a sigla para Demonstração do Resultado do Exercício, que nada mais é que um demonstrativo financeiro de todas as atividades da empresa em um determinado período.

A análise pode ser feita durante um intervalo específico, como a cada seis meses ou doze meses. O fato é que essa estrutura é fundamental para verificar as movimentações financeiras e indicar se está no positivo ou negativo.

É importante saber que todas as empresas, exceto os Microempreendedores Individuais, são obrigadas a elaborar este demonstrativo. Essa obrigatoriedade está prevista nas leis nº 6.404/76 e n°11.638/07.

Outro ponto fundamental é que o documento contábil deve ser elaborado de acordo com o Regime de Competência, ou seja, deve conter o registro das receitas e gastos que ocorreram durante o período.

Ao entender como funciona a estrutura completa da DRE, é possível obter uma visão mais ampla e realista do negócio. No mais, este relatório deve ser encarado com uma estratégia para estabelecer planejamentos mais eficazes acerca do futuro da empresa.

 Saiba mais: Controle de Gastos: como fazer com eficiência? 

 

Qual a Importância deste relatório?

 Um dos maiores erros dos empreendedores é achar que não devem acompanhar este relatório financeiro. Entretanto, o documento mostra a verdadeira situação do patrimônio da empresa.

Um empreendedor que não está por dentro da gestão financeira do negócio, não saberá se a empresa está obtendo algum progresso e consequentemente, os resultados não serão satisfatórios.

Entender sobre a DRE é o que irá garantir a eficácia das estratégias, afinal é possível identificar os pontos que precisam de melhorias para a empresa continuar lucrando e evitar quaisquer tipos de prejuízos.

Além disso, a DRE acompanha todo o planejamento estratégico do negócio e ainda orienta sobre os resultados para as tomadas de decisão.

Ademais, com os resultados que o relatório apresenta, o empreendedor consegue estabelecer metas para o crescimento da empresa e comparar resultados com demonstrativos anteriores.

Leia também: Aumentar Faturamento ou Aumentar Lucro: eis a questão 

 

Como é a estrutura da DRE?

Agora que você já sabe o que é DRE – Demonstração do Resultado do Exercício e qual a sua importância, chegou o momento de entender como funciona sua estrutura.

De fato, existem alguns modelos prontos que podem ser adaptados de acordo com a realidade do negócio. Além disso, é possível acrescentar itens para deixar o relatório ainda mais detalhado.

Confira a seguir a estrutura completa do DRE para contribuir com as estratégias da sua empresa:

1- A receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;

2- A receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos, e o lucro bruto;

3- As despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;

4- O lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;

5- O resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;

6- As participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;

7- O lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social;

8- As receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da sua realização em moeda;

9- Os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos.

 

Em resumo, nessa estrutura é preciso descrever todos os valores da receita bruta de vendas e as respectivas deduções, além dos impostos, próximo ao valor da receita líquida do período.

Feito isso, é necessário subtrair os custos variáveis para encontrar o resultado operacional bruto e depois as despesas operacionais para obter o resultado operacional líquido.

Enfim, os impostos são descontados, o relatório culmina no resultado líquido até a participação nos lucros que será calculada depois da subtração do prejuízo acumulado nos exercícios anteriores.

 

Como é feita a análise?

Ao preencher corretamente sua DRE, é importante reservar um tempo para fazer uma análise minuciosa dos resultados, e por isso é válido também considerar esses dois modelos:

  • Análise Vertical: calcula o percentual que cada valor representa individualmente no faturamento bruto ou impacta, além disso, permite avaliar o que está aumentando ou diminuindo os resultados dos negócios.
  • Análise Horizontal: procura entender a redução ou crescimento dos valores de um longo período. Sendo assim, todas as diferenças de valores podem ser entendidas e analisadas de acordo com os dados dos períodos correspondentes;

Com essas análises é possível comparar os valores e identificar o impacto que cada item teve em períodos específicos ou de forma individual.

Ou seja, é possível constatar os resultados obtidos através de dados reais, que contribuirão para a gestão e desenvolvimento da empresa.

 

Como a DRE pode ajudar minha empresa?

 Até aqui você pôde perceber que o DRE é fundamental para sua empresa, pois contribui para tomar decisões mais assertivas.

Além de obter informações precisas sobre a saúde financeira do seu negócio, é possível reavaliar as estratégias e reduzir os erros que podem prejudicar o crescimento da empresa.

Embora essa análise seja fácil de fazer, a estrutura deve ser bem detalhada e deve estar de acordo com a necessidade da sua empresa e isso requer um trabalho bem investigativo.

Diante dessa situação, é importante contar com uma contabilidade para assumir essa responsabilidade, afinal com profissionais capacitados para tal função você pode garantir bons resultados.

Sendo assim, você pode contar com os especialistas da Talst Contabilidade, nossa equipe está à disposição para cuidar de todos os processos contábeis do seu negócio.

Com mais de 24 anos no mercado, temos como premissa básica foco total na excelência e no relacionamento com clientes, por isso nos dedicamos para contribuir com o crescimento do seu negócio.

Nossos serviços na área contábil, fiscal, tributária e pessoal, são pensados para atender a necessidade de cada tipo de negócio.

Saiba mais como funciona, fale com um de nossos consultores e descubra soluções inteligentes para a sua empresa!

Categorias