Como criar um programa de sustentabilidade dentro da sua empresa?

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter

Nas últimas décadas, o programa de sustentabilidade se tornou um assunto em pauta, visto que muitas empresas e grandes organizações têm apresentando uma preocupação frequente com as questões de impacto ambiental.

O consumo consciente, descarte correto de lixo e entre tantas ações sustentáveis, são medidas aplicadas que contribuem não só para o meio ambiente, mas para melhorar a reputação de uma empresa, assim como controlar os gastos e otimizar processos, por isso, é um tema tão discutido.

No entanto, será que essas práticas sustentáveis têm sido bem aplicadas nas empresas? A questão é, como criar um projeto sustentável que gere resultados positivos além de diminuir os impactos ambientais?

Para responder essa e outras perguntas, neste artigo da Talst Contabilidade você vai aprender como elaborar um programa de sustentabilidade eficiente dentro da sua empresa, para reduzir custos e evitar o desperdício. Veja a seguir.

 

Afinal, o que é sustentabilidade empresarial?

Sustentabilidade empresarial é um conjunto de ações que uma empresa adere com intuito de reduzir os impactos ambientais de forma ética, econômica e sustentável.

É importante saber que essas práticas influenciam todos os colaboradores, gestores e donos de negócio, visto que está relacionada ao bem-estar dos trabalhadores e quando aplicada, contribui para otimizar as atividades e a produção.

Além disso, a sustentabilidade empresarial traz inúmeros benefícios para as organizações, como: oportunidades de inovação, crescimento, fechamento de novos contratos com investidores e fornecedores, lançamento de novos produtos/serviços, redução de custos, qualidade de vida e alta performance.

Agora que você conhece as vantagens da sustentabilidade empresarial, precisa saber como aplicar essas ações na sua empresa. Por isso, chegou o momento de aprender a criar um programa de sustentabilidade.

Confira nosso passo a passo bem simples!

 

Crie um programa de sustentabilidade na sua empresa em 5 passos

Passo 1- Estabeleça a política dos 5R’s

Sem dúvidas você já ouviu falar sobre os 3R ‘s de sustentabilidade, entretanto, a política dos 5R’ s tem uma visão mais ampla sobre a gestão consciente de resíduos que irá contribuir com a sua empresa de forma significativa. Conheça quais são:

  • Repensar: está relacionado ao fato de repensar o consumo de produtos e entender qual impacto pode gerar antes mesmo de sua compra.
  • Recusar: de forma consciente, evitar consumir tudo aquilo que sabemos que irá ter efeitos negativos e não está ligado a um pensamento sustentável.
  • Reduzir: uso consciente dos recursos, mesmo quando há uma necessidade maior, é possível minimizar o impacto com a redução e economia.
  • Reutilizar: para evitar o desperdício de materiais e criar planos de reutilização após consumir um recurso.
  • Reciclar: tudo aquilo que não foi possível reutilizar e que chegou ao fim da sua vida útil, pode ser reciclado para ter outra finalidade.

 

Passo 2- Faça o descarte de materiais corretamente

É muito comum grandes empresas e indústrias produzirem rejeitos, ou seja, aquele lixo que não pode ser utilizado e nem reaproveitado. Além disso, uma boa tarde desse lixo pode contaminar o solo e ser nocivo para a saúde humana.

Por esse motivo a empresa deve realizar o descarte corretamente e enviar os resíduos ao um centro de tratamento. Indústrias, por exemplo, no programa de sustentabilidade, os resíduos podem ser utilizados como matéria-prima asfalto ecológico, feito, também, com pneus descartados.

Já os efluentes que são aqueles resíduos líquidos e gasosos devem ser tratados antes de descartados, como as pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes e rejeitos eletrônicos que tem grande risco de contaminação por metais pesados e podem ser tratados por empresas habilitadas para coletar e reciclar esses materiais.

 

Passo 3- Aposte na reciclagem do e-lixo

Neste programa de sustentabilidade é importante também incluir a reciclagem do e-lixo ou lixo eletrônico.

Todo aparelho tecnológico carrega algum componente químico tóxico para a saúde e o meio ambiente, alguns deles são: alumínio, chumbo, cobalto, mercúrio, entre outros. Para não prejudicar o solo e causar consequências graves ao corpo humano, esses materiais devem ser coletados e descartados em locais específicos e não em aterros sanitários.

Portanto, o primeiro passo é analisar o material eletrônico e identificar a possibilidade de reutilização, caso não tenha, o próximo passo é realizar a desmontagem e separar cada uma das partes que terão destinos diferentes e o último passo é a reciclagem dessas partes feita por uma empresa especializada nesse tipo de material.

Você deve saber que o Brasil não é um país com foco em reciclagem de materiais eletrônicos, embora a prática tenha crescido nos últimos 5 anos, muitas empresas têm apostado nesse tipo de coleta a fim de dar o destino certo que não seja em aterros e lixões.

 

Passo 4- Trabalhe a conscientização interna

Para criar um programa de sustentabilidade na empresa, é importante considerar a conscientização interna. Investir em comunicação e ações é a melhor forma de os colaboradores aderirem à iniciativa.

 Sendo assim, os gestores podem elaborar e-mails abordando práticas sustentáveis para o dia a dia da empresa, colar cartazes com avisos para a economia de água, energia, papel e afins e criar projetos sustentáveis com metas e recompensas para aqueles que cumprirem o objetivo.

Outra estratégia que pode ser bem interessante é proporcionar treinamentos para as práticas de sustentabilidade ligados à produção, assim é possível aprender novos hábitos para garantir o bom funcionamento da empresa de forma coletiva e estruturada.

 

Passo 5- Seja uma empresa transparente

A transparência é uma questão fundamental para toda empresa que aderir ao programa de sustentabilidade. Isso porque, divulgar informações claras referente às ações sustentáveis que a empresa atua contribui para manter um relacionamento de confiança com os colaboradores e com o público externo.

Deste modo, a transparência é uma estratégia que também deve ser priorizada na empresa, uma vez que marca o seu compromisso com a sociedade e o meio ambiente. Sendo assim, considere a divulgação de relatórios mensais e comunique abertamente sobre as práticas de sustentabilidade que a empresa tem adotado, assim como, os resultados.

Tenha em mente que para um programa de sustentabilidade ser bem-sucedido, é preciso empenho e muita dedicação por parte de toda equipe, assim, a empresa também poderá ser reconhecida por suas práticas de contribuição ao meio ambiente.

Gostou das nossas dicas para implantar um programa de sustentabilidade na sua empresa? O que acha de saber mais informações sobre assuntos relacionados à gestão empresarial? Acesse o BLOG da Talst Contabilidade e confira conteúdos gratuitos publicados por especialistas!

Categorias
Vale a pena terceirizar o financeiro da minha empresa